Podcast da especialista Míriam Aguiar (Doutora em estudos de mercados de vinhos, jornalista especializada e formadora de sommeliers) sobre vinhos rosés, super em voga no momento, mostrando como são feitos e possíveis variações, tipicidades e possibilidades de harmonização.
Para ouvir pelo Spotify 🎙️ https://spoti.fi/3e6OAFR
Para ouvir pela Apple 🎙️  https://apple.co/3e5ANzB

Ouça, deguste, viva essa experiência!!

CAVA VINÃ ROMALE::

O Cava Viña Romale Rosé é um espumante produzido na região de Almendralejo na Espanha e é ideal para servir em festas e comemorações especiais. Com aromas intensos de frutas vermelhas e paladar redondo e muito equilibrado, ele cai bem com mariscos, aperitivos, patês, saladas, pescados e carnes brancas 

ROSE PROVENCE

Chateau de Brigue Rose Provence. Este vinho rosé francês tem aroma complexo que mistura frutas vermelhas e flores. Na boca, bom ataque com notas frutadas e toque mineral com bom frescor. Também combina com opções vegetarianas, como tapenade, pimentões, abobrinhas e berinjelas assados.

FINCA ALTORFER ROSE:

o Rosé, por ser elegante, de fácil aceitação, além de ir bem com vários pratos. Ele possui uma coloração rosada intensa, proveniente da uva tinta empregada, a Malbec. Com isso, carrega também uma acidez bem equilibrada que vai bem com diversos pratos, como: saladas, canapés, massas e carnes brancas - sem perder espaço para a seu aroma e sabor. Em uma festa, é um vinho que costuma agradar tanto quem não abre a mão de um branco mais leve e refrescante, quanto quem é fã de tintos estruturados.

Como primeiro episódio, escolhi falar de duas uvas brancas mais consagradas mundialmente, plantadas e produzidas em diferentes regiões e facilmente encontrável no mercado. Em relação ao audio, ainda não cheguei no formato ideal de tempo, limpidez - trata-se de algo meio ensaístico, que ganhará lapidação ao longo do tempo e surge num momento oportuno em que todos nos encontramos confinados por conta do coronavirus. Tive que pausar certas atividades e estou tirando bom proveito para lançar algo que tinha vontade de fazer, mas faltava-me tempo.

Compartilhem para quem se interessa pelo tema! E grátis e é bom! Indicarei nas redes sociais vinhos que se alinham ao que proponho de degustação ao final de cada episódio. Boa degustação!

Para escutar 🎙️o podcast, 

iTunes     https://apple.co/39BIgTm 
Spotify https://spoti.fi/2UDDbWg   

PINO DONCEL BLANCO:

O Pino Doncel Sauvignon Blanc é um vinho branco espanhol complexo e equilibrado. Feito 100% com uvas Sauvignon Blanc, ele é perfeito para uma refeição regada a frutos do mar. Tem grande intensidade aromática, combinando notas de frutas cítricas e frescas com nuances tropicais. O paladar traz uma entra explosiva de sabores de frutas. Possui amplitude e sensação gordurosa combinada com boa acidez. Também pode ser servido com saladas, arroz, peixe, massas e carnes brancas.

HALSTEAD CHARDONAY:

Com coloração intensa e bem estruturado, esse vinho californiano tem sabores de frutas tropicais exuberantes, equilibrado por acidez e carvalho integrado. Acompanha muito bem carnes leves e massas ao molho de queijo.

W OF PAINE:

O W of Paine Chardonnay é um vinho branco de coloração amarela com matizes esverdeados. No nariz traz notas de fruta madura, abacaxi e azeitonas. Feito 100% de uvas Chardonnay da região de Casablanca, a melhor do Chile para vinhos brancos, ele é leve, fresco e de corpo refrescante com acidez suculenta e frutas de notas minerias na boca. Experimente servi-lo em um almoço em dias de temperaturas mais quentes, acompanhado de peixe branco suave, carnes ou ostras.

Podcast da especialista Míriam Aguiar (Doutora em estudos de mercados de vinhos, jornalista especializada e formadora de sommeliers) 
Para ouvir pelo Spotify 🎙️ https://spoti.fi/2ZbJkvU
Para ouvir pela Apple 🎙️  https://apple.co/366Z98q

Ouça, deguste, viva essa experiência!!

QUINTA DO ROMEU:

Vinho biodinâmico Português de alto perfil gastronômico

Ideal para acompanhar carnes vermelhas, assados ou grelhadas, o QUINTA DO ROMEU TINTO é um vinho orgânico de cofermentação espontânea em lagares de granito. De cor vermelha cereja intensa, apresenta boa intensidade, complexidade e elegância. Se você está buscando um vinho orgânico de alto perfil gastronômico e muito equlibrado, esta é a sua escolha ideal

MONTECHIARO 345 ORGÂNICO:

Esse vinho tinto italiano é a opção ideal para você realizar aquele jantar romântico e impressionar seu/sua companheiro(a). Composto de uvas 70% Sangiovese, 10% Canaiolo, 5% Colorino, 5% Malvasia Nera, 5% Foglia Tonda, 5% Barsaglina, esse vinho tinto italiano confere notas florais de violeta, de cerejas maduras e compota de geleia de amoras, por fim um aroma de tabaco proveniente das barricas de carvalho francês. Na boca macio, sedutor, taninos elegantes, trazendo complexidade e longevidade. Harmoniza muito bem com carne de caça, branca e vermelha em molho ou grelhado, massas com molhos à base de carne, especiarias e ervas. O fundador da família Griccioli, Grigio de Barberino, nasceu em 1345, cujo membros ocuparam altos cargos na República de Florença desde o século XIV, antes de passar para Siena em 1720. A família Griccioli possui a bela Tenuta Montechiaro, onde, após uma modernização são produzidos Toscano vinhos, com base apenas em uvas nativas e cultivados organicamente. A adega foi construída no início do século, num edifício do século XVIII. Recentemente restaurado e modernizado , mantendo a estrutura original.

CHATEAU DE PONCHEMIN:​

Tinto francês para acompanhar carnes vermelhas

Da tradicional região de Bordeaux vem o Chateau Ponchemin, tinto francês agradável de cor vermelha grená escura. Suas notas de degustação no nariz traz frutas vermelhas e picantes que oferecem um toque de madeira. O paladar é redondo, frutado e com boa persistência. Ele é perfeito para acompanhar queijos ou um prato encorpado, como aquela carne vermelha assada que traz saudades de casa cheia e almoços em família.

BOJADOR ORGÂNICO:

Cor rubi concentrada. De aroma exuberante com notas intensas de frutas negras ou vermelhas maduras. Taninos redondos e bom volume na boca. Extremamente elegante. Mostra boa acidez e estrutura marcante, o que prolonga a degustação.

Fermentação com leveduras indígenas. Envelhecimento 6 meses em barris de carvalho francês.

50% Aragonez, 30% Touriga Nacional, 20% Trincadeira

Podcast da especialista Míriam Aguiar (Doutora em estudos de mercados de vinhos, jornalista especializada e formadora de sommeliers)

Nomes bem distintos, produtos nem tanto. Aprenda mais sobre vinhos da Primitivo ou Zinfandel em seus formatos variados e fáceis de agradar.
Para ouvir pelo Spotify 🎙️ https://spoti.fi/3gqLn5j
Para ouvir pela Apple 🎙️  https://apple.co/2AZi4Xa

Ouça, deguste, viva essa experiência!!

Vinho tinto italiano 50% Montepulciano 50% Primitivo

Cor rubi vermelha profunda com tons arroxeados. No nariz, apresenta aroma de frutas maduras, ameixas e notas de especiarias. Na boca, é harmonioso com taninos redondos, cheio e persistente. Temperatura de serviço entre 18°C e 20°C. Perfeito com carnes brancas e vermelhas assadas.

Vinho tinto californiano 100% Zinfandel para acompanhar costelinha de porco ao barbecue

A costelinha de porco ao barbecue é um prato delicioso para servir em uma reunião de amigos. Para tornar esta experiência imperdível, sugerimos o Bogle Old Vine Zinfandel. Este tinto californiano vem das vinhas velhas que produzem frutos com ótima concentração de taninos e o jovem carvalho americano traz uma incrível sensação de suculência e complexidade, com notas de mirtilo maduro, especiarias e noz moscada.

Quer conhecer toda linha de vinhos da importadora?

32 99987-2728

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

© 2018 Wine Lovers