Diferentes taças


A taça é um item muito importante. Uma taça lisa, com uma silhueta de “tulipa” é adequada para a maioria dos casos. As taças para os vinhos tintos devem ser maiores que as utilizadas para vinhos brancos (contém um volume aproximado de meio litro) e as taças para as degustações profissionais são ainda menores que as anteriores. O fundamental é que o vidro seja liso e transparente, que o tamanho da taça permita girar o vinho por suas paredes comodamente, e quando possível, que a sua borda tenha a função de concentrar os aromas.

Conheça algumas delas: >Taça Bordeaux: possui bojo grande, bordas mais fechadas. Ideal para vinhos tintos das uvas Cabernet Sauvignon, Merlot., Malbec e Syrah Seu formato impulsiona a bebida para a ponta da língua. >Taça Borgonha: possui bojo maior, no formato de balão, trazendo mais contato da bebida com o ar, ampliando assim os seus aromas. O vinho vai direto para o meio da língua. Perfeita para notas melhora as notas maduras de vinhos complexos como Pinot Noir, Barolo e Rioja. >Taça para vinho branco: possui bojo menor para manter o líquido em temperatura constante, deixando a bebida mais fresca. Com haste menor facilita manter as mãos longe do bojo, o que evita que o vinho se aqueça. Seu formato faz com que o líquido seja direcionado para as laterais da língua, sendo o local que se nota a acidez característica destas uvas. >Taça flûte: possui corpo comprido e fino, para manter por mais tempo as bolhas, ou seja, o perlage, das champanhes, cavas e espumantes. >Taça vintage: possui haste comprida e fina, mas o corpo em formato de triângulo invertido. Tem bojo mais largo, por isso concentra melhor os sabores das champanhes, cavas e espumantes, no entanto deixa escapar as bolhas. Muito utilizadas em festas refinadas é conhecida também como taça coupe.

25 visualizações

32 99987-2728

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

© 2018 Wine Lovers